Entrar



Archive for setembro, 2010

Após explosão, mancha de óleo de 1,5Km

setembro 2nd, 2010 by

As autoridades detectaram uma mancha de petróleo na área onde nesta quinta-feira uma plataforma petrolífera registrou uma explosão no Golfo do México, segundo disse à agência EFE uma porta-voz da guarda costeira dos Estados Unidos.

Segundo a porta-voz, a mancha é de 1,6 mil por 30 m e “não se sabe” de onde provém exatamente, mas está nos arredores da plataforma acidentada, nas mesmas águas onde ocorre o vazamento da BP. A plataforma continua sendo atingida pelas chamas.

Um porta-voz da Mariner Energy, a companhia petroleira proprietária da plataforma, tinha informado pouco antes que não havia nenhum sinal visível de contaminação.

A plataforma acidentada nesta quinta-feira é a Vermilion Oil Rig 380, de propriedade da Mariner Energy com sede em Houston (Texas), e está localizada a cerca de 160 km do litoral da Louisiana (EUA).

Treze pessoas que se encontravam nas instalações pularam na água com trajes especiais e estão a salvo. Primeiramente, todos os resgatados foram levados de navio para outra plataforma, depois foram transferidos de helicóptero para um hospital em terra firme.

O acidente aconteceu a oeste de onde se originou o vazamento de petróleo da BP a partir de uma explosão que ocorreu no dia 20 de abril na plataforma Deepwater Horizon, o pior desastre ecológico da história dos EUA.

Pouco depois da explosão, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, informou que o poço “não está ativo”, mas disse que, caso haja contaminação, os recursos para responder estão prontos.

Um porta-voz da Mariner Energy, Patrick Cassady, disse a CNN que ainda são desconhecidas as causas do incidente e que a empresa está investigando.

“Parece que (os trabalhadores) pararam a produção e foram evacuados”, disse Cassady, que confirmou que não há operações de perfuração na plataforma e informou que há sete poços petrolíferos ao redor.

Segundo Cassady, a plataforma estava em reforma por conta dos danos ocasionados pelo furacão “Ike”, que assolou o Golfo em 2008, e que o fogo parecia provir do noroeste das instalações.

O acidente ocorreu em torno das 11h30 no horário de Brasília e a Guarda Litorânea enviou várias unidades e quatro helicópteros para resgatar aos operários que pularam no mar.

Com informações adicionais da agência AFP

Terra.com.br

Plataforma de petróleo explode no Golfo do México

setembro 2nd, 2010 by

Local fica a oeste de onde houve a explosão que causou derramamento.

Sete helicópteros, dois aviões e quatro navios estão a caminho do local.

Oil Rig 380

Uma plataforma de petróleo explodiu nesta quinta-feira (2) no Golfo do México.Os 13 funcionários que nela trabalhavam conseguiram escapar sem ferimentos graves, segundo a guarda costeira americana.

A plataforma que explodiu, a Vermillion Oil Rig 380, operada pela Mariner Energy, está localizada perto da Deepwater Horizon, a plataforma da BP que explodiu em 20 de abril e afundou dois dias depois, causando o pior desastre ambiental da história dos EUA.

A suboficial da Guarda Costeira, Ranel Casey, disse que a explosão foi relatada por um helicóptero por volta das 9h30 (horário local, 11h30 em Brasília) desta quinta-feira (2). Sete helicópteros, dois aviões e quatro navios estão a caminho do local, cerca de 140 quilômetros a sul de Vermilion Bay, costa da Louisiana.

Ranel disse que não foi determinado se a estrutura é uma plataforma de produção ou de perfuração e também não sabe informar se tinha alguém a bordo. Foi avistada fumaça, mas não se sabe se o equipamento ainda está queimando.

Os 13 operários foram localizados e estão a salvo, no entanto, um sofreu ferimentos, apontou o porta-voz.

Fonte: Globo.com

Abaixo, um vídeo da CNN:

Furacão Earl se aproxima dos EUA

setembro 2nd, 2010 by

O furacão Earl se intensificou nesta quinta-feira (20 no Atlântico, com ventos de 230 km/h, e se aproxima da costa leste dos Estados Unidos, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), que tem sede em Miami.

O furacão deve passar na noite desta quinta-feira perto ou sobre um grupo de ilhas na Carolina do Norte, onde as autoridades divulgaram alertas que vão até Massachusetts.

Às 19h do horário de Brasília, o centro do Earl estava 575 ao sul de Cabo Hatteras, Carolina do Norte, onde alguns moradores já receberam ordem de retirada, e 1.315 km ao sul-sudoeste de Nantucket, Massachusetts.

O furacão segue no sentido norte-noroeste. “Earl é um furacão de categoria 4 na escala Saffir-Simpson”, destacou o NHC. A escala vai até cinco e mede a força dos ventos.

“Esperamos uma perda de força gradual, mas continuará sendo um furacão potente ao se aproximar da costa americana”, explica um comunicado do NHC.

Atrás do Earl está a tempestade tropical Fiona, com ventos de até 85 km/h, que ameaça o arquipélago de Bermudas.

Além disso, outra tempestade tropical, Gaston, avança no Atlântico e está 2.400 km a leste das Antilhas.

A temporada de furacões no Atlântico norte vai de junho a novembro e tem como período mais perigoso os meses de setembro e outubro.

Fonte: Globo.com

Um fator determinante para a trajetória de Earl é uma importante frente fria que está se deslocando agora pela área continental dos Estados Unidos. Se a frente for rápida no seu avanço, a tempestade pode ficar mais distante da costa. Se a frente diminuir seu ritmo de avanço, o que é mais provável, a tendência é que o ciclone tropical se dirija mais para Leste e cause mais problemas na costa.

A expectativa é que Earl percorra pelo mar toda a costa Leste dos Estados Unidos, trazendo muita chuva, vento intenso e erosão costeira com forte ondulação nas regiões costeiras. A região dos chamados Outer Banks, um conjunto de ilhas na costa do estado da Carolina do Norte, deve ser a mais afetada. Cape Hatteras tende a sofrer com a força de Earl. A costa da Virgínia promete ser também duramente castigada pela chuva e o vento associados ao furacão. As regiões de Nova York e Boston também devem ter as suas condições meteorológicas muito deterioradas por influência de Earl.

Fonte: Blog da Metsul

3° Festival Náutico Tedesco Marina

setembro 1st, 2010 by

Na Marina

setembro 1st, 2010 by
Esperando a maré subir