Entrar



Archive for agosto, 2011

Corais inspiram o protetor solar em forma de comprimido

agosto 31st, 2011 by

Pesquisadores esperam recriar em laboratório as defesas naturais dos recifes de coral contra os danos dos raios ultravioletas do sol

Da observação do funcionamento de recifes da Grande Barreira de Coral, na Austrália, uma equipe britânica do King’s College of London espera desenvolver um novo protetor solar. A formulação, que terá como base os mecanismos de proteção solar do coral, poderá estar disponível também como uma pílula. Segundo os pesquisadores, a proteção seria eficiente e mais duradoura contra até mesmo os agressivos raios ultravioletas de regiões tropicais.

Os corais vivem em uma parceria simbiótica com algumas algas (seres autotróficos). A troca funciona de maneira simples: enquanto a alga, pela fotossíntese, provê energia para o coral, o coral libera resíduos que são usados pela alga para fazer a fotossíntese. Como a luz é fundamental no processo, os corais costumam viver em águas rasas e mais expostos ao sol. Isso significa que são, também, mais vulneráveis a queimaduras solares.

Para entender como esse processo de proteção solar é feito, os pesquisadores desvendaram os mecanismos genéticos e bioquímicos pelos quais esses “protetores solares” são produzidos. “Descobrimos que as algas produzem um composto que, acreditamos, é transportado para o coral. O coral então modifica esse composto, transformando-o em protetor solar, o que beneficia a alga e ele próprio”, diz Paul Long, coordenador do projeto.

Segundo os pesquisadores, esse protetor solar protegeria também os peixes que se alimentam do coral. “Se conseguimos determinar exatamente como esse composto é passado para frente, poderemos recriá-lo biossinteticamente em laboratório. Assim, poderíamos criar um protetor solar humano, talvez até no formato de uma pílula”, diz Long.

Fonte: Veja.com

Festival Nacional da Baleia Franca

agosto 24th, 2011 by

O Fim da Linha

agosto 23rd, 2011 by

Imagine um mundo sem peixes…

.

The End of the line (O Fim da Linha) – Imagine um mundo sem peixes

Evento gratuito – Porto Alegre – 19 de setembro

O Instituto Sea Shepherd Brasil em parceria com a GoodScreening.org e a Channel 4 BRITDOC Foundation, promove a exibição gratuita no Brasil do documentário intitulado The End of the Line (O Fim da Linha) dirigido por Rupert Murray. The End of the Line, o primeiro filme-documentário revelando o impacto da sobre pesca nos nossos oceanos, teve sua estréia mundial no Festival de Cinema de Sundance na Competição de Documentários do Cinema Mundial. Sundance ocorreu em Park City, Utah, 15-25 janeiro de 2009. No filme vemos em primeira mão os efeitos globais do uso de peixes como alimento. Ele examina a iminente extinção do atum azul, provocada pela crescente demanda ocidental por sushi, o impacto na vida marinha, resultando em enorme superpopulação de águas-vivas, e as profundas implicações de um mundo futuro sem peixes que traria a fome em massa de uma grande parte da população global dependente diretamente da vida nos mares como fonte de alimentação e subsistência.

Seja um Guardião do Mar, patrocine e ou organize a exibição deste filme em sua cidade, entre em contato diretamente pelo meu correio eletrônico: danielvairo@seashepherd.org.br e coloque no assunto da sua mensagem “O Fim da Linha”, sua cidade e seu estado.

A Vida Marinha Agradece!

Daniel Vairo

Fundador e Conselheiro do Instituto Sea Shepherd Brasil

.

.

“Contra a economia de extinção é que estamos lutando. Diminuição eleva os preços, e como as populações de peixes nos oceanos está reduzindo, o preço do peixe congelado em armazéns aumenta, e com isso, o peixe mais caro do mundo se tornará ainda mais caro. Com a extinção, os cadáveres congelados tornam-se inestimáveis. Esta é a ganância, no auge da depravação, não mostrando nenhum respeito pela natureza ou pelas gerações futuras, e não vamos ficar parados e permitir que o atum-azul deslize para o esquecimento de extinção biológica. Custe o que custar, seja qual for o risco, pretendemos defender o atum-azul. Estamos em uma guerra para salvar os nossos oceanos de nós mesmos, se perdermos, todos nós perdemos, porque se os oceanos morrem, todos nós morremos – simples assim”.

Capitão Paul Watson, Presidente e fundador da Sea Shepherd Conservation Society

Co-fundador da Greenpeace Foundation e Greenpeace International

Fonte: Sea Shepherd

Nova corrente marítima poderá mudar características do clima no Hemisfério Norte

agosto 22nd, 2011 by

Corrente é importante para a circulação de água que chega ao norte do planeta

Cientistas navegam pelo mar islandês enquanto medem a nova corrente marítima (Woods Hole Oceanographic Institution)

Uma equipe internacional de pesquisadores confirmou a presença de um sistema profundo de circulação oceânica que pode influenciar significativamente no clima da Terra. A corrente, situada próxima a Islândia e chamada Jato Norte Islandês (NIJ, na sigla em inglês), tem um papel importante na circulação termoalina, o movimento global de águas pelas diferenças de temperatura e salinidade. O trabalho foi publicado no periódico Nature Geoscience.

O clima do planeta está ligado à circulação das águas dos oceanos. A circulação termoalina transporta a água quente para as latitudes mais altas e isso esquenta o ar no Hemisfério Norte. Em seguida a água esfria, afunda e retorna ao equador em grande profundidade. Como um grande rio que recebe afluentes, a circulação termoalina também recebe correntes menores que se iniciam em outras regiões. A NIJ, por exemplo, se inicia na região da Islândia.

A descoberta da NIJ, afirmam os pesquisadores, tem ramificações importantes no impacto da circulação das águas no clima. Isso porque pesquisadores do mundo todo acreditam que a corrente termoalina está diminuindo de velocidade por causa do aumento de temperatura global.

A grande quantidade de água proveniente de gelo derretido e outros fenômenos climáticos estão chegando ao norte do Atlântico Norte. Lá, essa água congela, não afunda e diminui a quantidade de água quente que poderia chegar ao Hemisfério Norte novamente. A longo prazo, essa série de situações pode levar a um clima mais gelado no Hemisfério Norte uma vez que a quantidade de água que poderia esquentar o ar seria menor.

Se uma grande quantidade dessa água vier da NIJ, uma corrente desconhecida até então, os cientistas precisarão repensar quão rápido a conversão de água quente em fria ocorre na corrente termoalina e se esse processo é alterado pela alta da temperatura global. Os resultados levantam perguntas sobre como a circulação mundial dos oceanos vai responder as mudanças climáticas. O próximo passo é fazer uma análise de campo para quantificar e distinguir a NIJ de outras correntes.

Fonte: Veja.com

Lagoa da Conceição

agosto 21st, 2011 by

Terminal lacustre na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, daqui partem barcos de passageiros para a Costa da Lagoa.

Veja também fotos e vídeo da Praia do Moçambique no Ararê – Viagens.

Fotos: Ararê

Hoje é sexta-feira!!

agosto 19th, 2011 by

.

.

Shell admite dificuldade para conter vazamento de petróleo

agosto 17th, 2011 by

Desde quarta passada, 218 toneladas de óleo já contaminaram o Mar do Norte

Vazamento de petróleo começa a ficar visível no Mar do Norte (Paul Warrener/EFE)

A Shell admitiu nesta quarta-feira que o vazamento de petróleo em uma plataforma do Mar do Norte, que começou na semana passada, pode ficar ainda maior devido às dificuldades que as equipes estão tendo para contê-lo. A companhia continua tentando deter o vazamento que desde quarta-feira passada já derramou 218 toneladas de petróleo no mar, a 180 quilômetros da cidade escocesa de Aberdeen.


O vazamento, que se estende por uma área de 41 quilômetros quadrados, é o maior da última década na região. A Shell havia afirmado na terça-feira que o vazamento não chegaria à costa, mas o diretor técnico da companhia, Glen Cayley, reconheceu nesta quarta-feira que há toneladas de petróleo no interior do duto.

Além disso, admitiu que está muito difícil deter o vazamento, porque o duto fica em uma área de difícil acesso e rodeada de vegetação marinha. “Até que se tenha eliminado totalmente o vazamento e a brecha seja fechada, existem riscos”, acrescentou o diretor da companhia anglo-holandesa.

Contexto – O óleo da plataforma Gannet Alpha está escapando para o mar desde quarta-feira, apesar de a Shell só ter divulgado o incidente na sexta – atitude criticada por organizações ambientais. A empresa afirmou que o vazamento foi fechado, no mesmo dia, mas admitiu que se trata de um fato significativo.

“O Mar do Norte deveria ser ultrasseguro por causa de sua localização. A Shell está lançando na Região Ártica um vazamento que será impossível de limpar”, disse Ben Ayliffe, membro do Greenpeace responsável pelas causas ligadas ao petróleo.

(Com agência EFE)

Veja.com

Ressaca e muito frio nos próximos dias

agosto 15th, 2011 by

.

A MetSul alerta, através do twitter, para onda de frio histórico no próximo final de semana.
Alerta também para forte ressaca no Atlântico Sul, que pode causar ondas de até 12 metros no litoral da Argentina.
Acompanhe o twitter da MetSul.

.

Baleias francas são avistadas na praia de Ingleses, em Florianópolis

agosto 15th, 2011 by

É a primeira vez que as francas visitam o Norte da Ilha nesta temporada

Francas apareceram cedo em Ingleses, por volta das 7h desta segunda-feira – Charles Guerra / Agencia RBS

Duas baleias francas foram vistas nesta segunda-feira na praia de Ingleses, em Florianópolis. A mãe e o filhote apareceram por volta das 7h. Nesta temporada, foi a primeira vez que as francas foram avistadas no Norte da Ilha de Santa Catarina.

As francas estavam logo depois da zona de arrebentação das ondas e dividiram espaço com quem aproveitou o mar tranquilo desta segunda-feira.

Cuidados

O comportamento das baleias costuma encantar observadores. A diretora de pesquisa do projeto Baleia Franca, Karina Groch, destaca que, nesta época, os animais são frágeis e, por isso, as regras de preservação devem ser seguidas à risca.

A aproximação das embarcações devem respeitar uma Portaria do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que determina as principais regras e cuidados com a espécie:

— Para se aproximar, o motor da embarcação tem que ser desligado ou mantido em neutro a, pelo menos, 100 metros de distância.

—  A embarcação nunca deve se colocar entre uma mãe e seu filhote.

— A aproximação tem que ser lateral, ou seja, não se pode cortar o caminho de uma baleia.

— Se o animal se afastar, não se pode persegui-lo.

— Para se afastar após uma aproximação, a embarcação só pode religar ou reengrenar o motor se as baleias estiverem claramente visiveis, e a pelo menos 50 metros de distância.

Fonte: ClicRBS

Barco comprova o potencial da energia solar

agosto 15th, 2011 by

O responsável pelo maior barco solar do mundo acredita que existe potencial para o uso de energia alternativa no segmento de navios, como o usado pelo catamarã Planet Solar, que chegou a Hong Kong depois de uma viagem mundial.


Fonte: Veja.com