Entrar



Buscas a empresário desaparecido no litoral catarinense continuam nesta quarta-feira

terça-feira, dezembro 14th, 2010 by

Problema na embarcação ou um mal súbito de Victor Labatte são as hipóteses levantadas

Atualizada às 20h37min

Felipe Pereira | felipe.pereira@diario.com.br

A intensificação nas buscas por Victor Labbate, 32 anos, que agora conta com quatro embarcações, um helicóptero e um avião, não surtiram efeito e o empresário continua desaparecido. Durante a noite desta terça-feira uma embarcação segue fazendo patrulhamento na região e, na quarta-feira, o trabalho continuará com os demais barcos, aviões e helicópetos.

Labbate sumiu no domingo, às 18h30min, quando saiu com uma lancha de uma marina em Biguaçu para a Praia de Jurerê, em Florianópolis. O trajeto é considerado tranquilo, mas a Marinha informou que as condições de navegação no dia não eram ideais.

O capitão dos Portos de Santa Catarina, Capitão de Mar e Guerra Marcelo Santiago Garcia, disse que na manhã desta terça-feira as buscas se concentraram na Baía Norte. As duas lanchas enviadas pela Marinha fizeram uma varredura na região da Ilha do Arvoredo. Ele declarou que a direção dos ventos empurraria a embarcação ou possíveis destroços nesta direção.

Durante a tarde, os homens que trabalhavam nas buscas mudaram um pouco a rota e, às 15h, estavam em frente à Praia da Joaquina, em Florianópolis. Um navio patrulha que estava em Paranaguá (PR) reforça a operação. Ele vai vasculhar aquela área porque as correntes marítimas empurrariam a lancha ou eventuais destroços para a região.

A Força Aérea Brasileira autorizou um avião Bandeirante a sobrevoar o Litoral Norte de Santa Catarina pelo mesmo motivo. Também pelo ar as buscas ocorreram com um helicóptero que sobrevoou a Baía Norte.

O capitão dos Portos de Santa Catarina trabalha com a hipótese de um problema na embarcação ou o empresário ter sofrido um mal súbito. Ele afirmou que no domingo havia vento forte e o mar estava agitado. O cenário não era o ideal para navegar.

O Grupo de Busca e Salvamento enviou um barco inflável com dois bombeiros para a Baia Norte. O chefe de Salvamento, sargento André Luiz Cardoso, acredita que Victor estava sem comunicação no momento que saiu de Biguaçu. A lancha não tem rádio e ele deixou o celular no carro. Todas as marinas do litoral catarinense e a Capitania dos Portos de Florianópolis e Itajaí foram avisadas sobre o desaparecimento.

Victor é dono de uma locadora de lanchas que funcionava no Pier 33, em Biguaçu, marina de onde partiu no domingo. O amigo Marcelo Pretto contou que o empresário tem bastante experiência e navega há pelo menos 10 anos. A embarcação que ele estava foi comprada cerca de 45 dias atrás.

Tratamento diferenciado

— Toda a vida não tem preço e o empresário Victor Labbate merece o tratamento que está recebendo — diz o presidente do Sindicato dos Pescadores de Santa Catarina, Osvani Gonçalves.

Mas ele reclama que quando alguém da categoria some no mar a Marinha não põe em ação helicóptero, navio patrulha nem pede apoio do avião da Força Aérea Brasileira. Ele ressalta que não é uma crítica ao trabalho, apenas um pedido que a magnitude da operação seja estendida a todos os casos.

O chefe do Departamento de Segurança do Tráfego Aquaviário, comandante Juarez Pereira de Mello, garante que todos os chamados são tratados da mesma maneira. Ele explica que todas as possibilidades de buscas com as lanchas existentes em Florianópolis foram esgotadas. A procura nos possíveis locais onde o barco ou destroços estariam não deu resultado. O passo seguinte foi ampliar a área, mas para isso foi necessário reforço.

Mello lembra que o navio patrulha atua nas imediações de Paranaguá (PR). O helicóptero procura em locais muito distantes da costa, onde as embarcações existentes na Capital não podem chegar. Outro motivo apontado pelo comandante é a falta de informações sobre a posição da lancha do empresário. Ele explica que, quando um pescador tem problemas, as coordenadas são logo repassadas. A atuação imediata permite que as lanchas resolvam a situação.

Victor Labatte está desaparecido desde a noite de domingo - Arquivo pessoal

Comments are closed.