Entrar



1.152 dias no mar

sábado, junho 19th, 2010 by

Em uma escuna 70 pés/21,3m, o artista e artesão americano Reid Stowe (58) completou nesta quinta 1.152 dias no mar. Sua chegada a Nova York/EUA, bateu o recorde da viagem mais longa no mar (o recorde era de um barco norueguês com 1.067 dias). Quando partiu com a sua escuna Anne, em 21 de abril de 2007, sua intenção era ficar longe da terra por 1000 dias. Parte da viagem foi acompanhada por Soanya Ahmad (23), que depois de 10 meses passou a sofrer de fortes enjôos. Estava grávida. Ela teve então que abandonar a viagem. “A parte mais difícil da viagem foi dizer adeus a Ahmad” disse ele. Ontem (17/06), assim que pisou em terra, foi conhecer o seu filho de 23 meses. Dificuldades como a colisão com um cargueiro, velas rasgadas e os cuidados com a horta (embarcada) e coleta da água da chuva, puseram-no a prova nestes três anos. Para o meio náutico mais ortodoxo, o navegador é um escândalo. Adepto da yoga, costuma fazer com que as suas rotas criem desenhos sobre as carta (a última foi uma tartaruga). No fórum Sailing Anarchy, um membro escreveu: “Reid é um perigo para a navegação” e outro perguntou “Ele ainda está morto?” Para uns, não passa de um louco, para outros, um gênio. Isso vai da visão de cada um. Fontes: Blog 1000days (com galeria de fotos), horsesmouth (fonte da imagem), Wikipédia, Forum Sailing Anarchy, NY Times e The Guardian.”

Peguei lá no Conjuminando, que tem sempre todas as novidades do meio náutico!!


Comments are closed.