Entrar



Colisão entre barcos mata 36 pessoas em Hong Kong

terça-feira, outubro 2nd, 2012 by

Uma das embarcações afundou. Há cerca de cem feridos, nove em estado crítico

Equipes de resgate trabalham após colisão entre barcos em Hong Kong (Tyrone Siu/Reuters)

.

Pelo menos 36 pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas devido à colisão entre dois barcos de passageiros no litoral de Hong Kong, segundo o governo local. Com uma das embarcações afundando, vinte e oito vítimas se afogadaram no local do acidente, entre elas várias crianças, e outras oito chegaram a ser levadas a hospitais, mas não resistiram. Dos cerca de cem feridos, nove estão em estado crítico, enquanto os serviços de emergência continuam os trabalhos de resgate.

O acidente aconteceu em frente à ilha de Lamma, situada ao sudoeste de Hong Kong, quando uma embarcação com 124 pessoas a bordo afundou após chocar-se com um ferry boat que levava outra centena de passageiros. Segundo explicaram alguns sobreviventes, a embarcação afundou rapidamente depois da colisão, até ficar em uma posição de 90 graus com sua proa na vertical e fora da água, enquanto o ferry quase não sofreu danos em seu casco e pôde chegar ao porto sem problemas.

Um sobrevivente do acidente explicou ao jornal local South China Morning Post que o choque aconteceu dez minutos depois que a embarcação iniciou sua travessia, momento no qual o ferry chocou-se contra a lateral do navio e este começou a afundar pela parte de atrás de forma imediata. O movimento de barcos fazendo a travessia de passageiros para Hong Kong era intenso, devido ao feriado do Dia Nacional da China, comemorado nesta segunda.

“De repente estava dentro da água. Nadei muito até que pude agarrar-me a um salva-vidas, mas não sei onde estão meus dois filhos”, relatou o sobrevivente. A pouca visibilidade e os numerosos obstáculos encontrados na embarcação dificultaram os trabalhos de resgate para levar as vítimas à superfície, explicou um responsável do Corpo dos Bombeiros.

O barco que afundou havia sido alugado pela companhia elétrica de Hong Kong e levava a bordo funcionários e familiares para assisitir a uma queima de fogos no Porto de Victoria, na antiga colônia britânica.

(Com agência EFE)

Fonte: Veja

Comments are closed.